Headlines
Published On:quinta-feira, 12 de julho de 2012
Postado Por José Silva

Outro pastor iraniano é sentenciado: seis anos de prisão por realizar trabalhos religiosos


Mais um cristão é condenado no Irã. Não é novidade que o Irã tem nos últimos anos demonstrado publicamente intolerância religiosa, embora os direitos de cristãos, judeus e zoroastras sejam assegurados pela Constituição do país.

Além do caso do pastor Youcef Nadarkhani que ganhou conhecimento internacional, sentenciado a morte por se recusar a deixar o cristianismo, outro pastor, Farshid Fathi, foi sentenciado a seis anos de prisão por realizar trabalhos religiosos.
Segundo publicação do christian today, o pastor foi preso quando fazia trabalho missionário, em dezembro de 2010, onde aguardou a audiência de apelação que o correu na semana passada, mas as autoridades consideraram suas atividades como crimes políticos, condenando a cumprir o resto da sentença.
De acordo com o reverendo Sam Yeghnazar, essa é mais uma ação que mostra a injustiça com os cristãos do Irã, mas acredita que Farshid é um homem “segundo o coração de Deus”, e confia que Deus será fiel com ele.
"Estou convencido de que quanto maior a perseguição contra cristãos, mais a igreja vai crescer no Irã. Tal injustiça só vai causar aos iranianos, curiosidade de saber o que Farshid anunciava sobre Jesus", afirmou Sam Yeghnazar.
O reverendo Sam Yeghnazar pede para que cristãos de todo mundo orem por ele e sua família pra que sejam confortados e para que o pastor Farshd receba "armadura de Deus" para suportar os momentos que passará na prisão.
"Muito obrigado por suas orações contínuas. Quando os cristãos saem da prisão eles geralmente testemunham que durante a sua prisão eles foram fortalecidos pelas orações de sua família global”, afirmou o reverendo.
Intolerância ao cristianismo
O governo Iraniano está consciente do crescimento da Igreja nas últimas décadas. Ele tem procurado impedir e tornar impossível o crescimento dos cristãos, aumentando as restrições, perseguição.
Outro fato que evidencia a posição contra cristãos é a recente destruição de monumentos. Segundo publicação Mohabat News, essas destruições são constantes e agora chegou a monumentos antigos que simbolizam a fé cristã.
Patrimônios nacionais estão sendo demolidos, a fim de alcançar o objetivo final de erradicar a herança do cristianismo do país por ordem das autoridades e por falta de manutenção.

Postado Por José Silva quinta-feira, julho 12, 2012. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Outro pastor iraniano é sentenciado: seis anos de prisão por realizar trabalhos religiosos"

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos