Headlines
Published On:sábado, 13 de outubro de 2012
Postado Por José Silva

Bancada evangélica cresce na câmara de Aracaju


Seguindo um fenômeno que vem se espalhando por todo o Brasil, a bancada evangélica da Câmara de Vereadores de
Para se ter uma ideia do crescimento político da comunidade evangélica, na cidade de São Paulo o número de representantes aumentou de oito para onze e em Aracaju esse quadro se repetiu saindo de dois para quatro podendo ter cinco, caso Emília Corrêa que ficou na 1ª suplência assuma uma cadeira na Câmara.Aracaju chegará com mais força em 2013. O grupo de vereadores para o quadriênio 2013-2016, que fiscalizará o prefeito eleito, João Alves Filho (DEM) terá quatro membros que conseguiram o mandato graças à influência de suas igrejas.
A tradicional no campo política, a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) reelegeu mais uma vez Pastor Jony (PRB) que teve 4400 votos que além da sua igreja, recebeu apoio de algumas a exemplo, Renovada. Jony já se articula para presidir a Câmara.
A Assembleia de Deus Missão, que conta com um rebanho expressivo de mais de 20 mil eleitores, divididos em mais de 100 igrejas na capital, apostou no Pr. Roberto Morais (PR). Esse jovem pastor, provou que teve baixo índice de rejeição na própria denominação. Elegeu-se com 4287 e além da igreja, ele teve o apoio do deputado estadual, Antônio dos Santos (PSC).
A mais bem votada entre os evangélicos, porém, foi a estreante Daniela Fortes (PR). Como suplente, trabalhou os quatros anos e contou com o grande apoio do pai, Daniel Fortes, e também, com um grande número de votos dos assembleianos. Daniela ganhou com 4531 votos e sabe que terá que trabalhar dois anos para eleger o pai a deputado estadual.
A igreja do Evangelho Quadrangular mostrou sua força provando que abraçou a campanha do membro e vereador, Valdir Santos (PT do B) que foi reeleito com 4471 votos.
Análise
O cientista político, Rubens Figueiredo, descreve o voto evangélico. “os evangélicos têm uma capacidade de mobilização muito maior do que a de políticos de outros grupos”. Além de comungarem da mesma fé, eles se encontram regularmente e detêm meios de comunicação. Por isso, são candidatos fortes em campanhas proporcionais. Ao longo do tempo, esse grupo tem aumentado sua influência. E formam uma bancada pluripartidária, já que os evangélicos estão em vários partidos e nem sempre guiam sua atuação por questões religiosas”, explicou Rubens.
Agora, resta saber como a bancada evangélica vai trabalhar nos próximos quatro anos.
Saiba +
Mais evangélicos nas urnas
Na Barra dos Coqueiros, Pastora Salete (PRB), surpreendeu nas urnas. Ela foi a terceira mais votada com 634 votos e pode ser em 2013 a presidente da Câmara Municipal.
Prefeitos
A força dos evangélicos também ajudou a eleger três prefeitos em Sergipe.  Pr. Heleno, em Canindé do São Francisco; Carlos Magno, em Estância; e o prefeito reeleito de Propriá, José Américo.  Entre tantas lutas para vencer está em destaque a do Pastor Heleno que lutou contra a máquina e contra os grandes apoios políticos. A quem diga no próprio município de Canindé que foi uma verdadeira batalha de Golias x Davi.
Heleno agradece aos canindeenses pela vitória‏
Pastor Heleno usou a tribuna para agradecer a vitória como prefeito de Canindé. Durante o discurso ele falou sobre os
desafios e reafirmou compromisso com o povo canindeense.
"Quero agradecer a população de Canindé que entendeu a mensagem que levamos às ruas, entendeu nossos projetos apresentados durante a campanha e que,  recebeu, aceitou e me elegeu. Pra mim será uma honra muito grande poder administrar uma cidade tão importante de Sergipe. Canindé está entre as cinco principais cidades do Estado. Eu irei viver essa experiência no executivo como prefeito e com grandes desafios", destacou.
Heleno falou que um dos primeiros desafios será de solucionar os efeitos da pobreza que assola o município. Segundo ele, cerca de 35% da população vive na extrema pobreza. Outro desafio para o prefeito eleito será a saúde. “Vamos enfrentar de cabeça erguida, com a coragem e com a ajuda do povo.", disse ele acrescentando que o município é banhado pelo Rio São Francisco, tem uma usina hidrelétrica de Xingó e a população sofre os mesmos problemas que outros municípios que tem uma renda muito inferior a de Canindé.
O deputado falou de sua responsabilidade como homem público e lembrou que entrou na vida pública em 98 ganhando a eleição para deputado estadual, foi duas vezes federal, secretário estadual de Agricultura de Sergipe e agora será prefeito de uma cidade tão importante. “Reafirmo nosso compromisso, reafirmo nossa vontade de trabalhar e com a certeza que lutarei junto aos parlamentares sergipanos por recursos para Canindé”, enfatizou.
Heleno encerrou seu discurso sendo parabenizado pelos colegas da Câmara e pelo presidente da Casa, Deputado Marco Maio (PT), e agradeceu aos agricultores, às famílias, a juventude que segundo o republicano foi que ancapou a campanha dentro da cidade. “A nossa luta foi muito bonita onde as pessoas compravam suas próprias camisas para ir às caminhadas, comícios e carreatas. Uma campanha onde enfrentamos a máquina. Fomos candidato de oposição e junto com os partidos creditaramos essa força e a gente chegou à vitória. O nosso compromisso será de trabalhar para todos  os  canindeenses , concluiu Silva.
gleicequeiroz@infonet.com.br

Postado Por José Silva sábado, outubro 13, 2012. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Bancada evangélica cresce na câmara de Aracaju "

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos