Headlines
Published On:terça-feira, 31 de julho de 2012
Postado Por José Silva

Esperando na tempestade

A nossa espera passa por vários estágios. Há aquele período em que nossa fé é forte como um touro! Nada nos derruba. Existe também a fase que dói, machuca. Parece que estamos sangrando e que não vamos resistir...
Entre tantos estágios que poderíamos citar aqui, queremos compartilhar um deles, especificamente, quando as coisas aparentemente pioram ao invés de melhorar.
É como se estivéssemos num barco em alto-mar, e quando avistamos terra firme, sopra um vento forte e nos leva para mais longe, onde não se pode ver nada além de água salgada.
Não há socorro, não há comida, não há auxilio, não há terra, não há nada... Só nos resta uma fagulha de esperança.Então pensamos: "Pior do que está não vai ficar..." Mas nem bem terminou o pensamento, e caem chuvas torrenciais, uma tempestade horrorosa. Isso acontece muito na nossa espera. 
A gente ora, jejua, intercede, vive uma vida santa, e ainda assim parece que estamos cada vez mais longe da terra firme.
E quando estamos distraídos, pensando que a prova está prestes a terminar (afinal, Deus sabe que não aguentaríamos nem mais um dia nesse barco, quem dirá um mês ou um ano), vem a tempestade e nos tira a visão do propósito.
Nos faz olhar para as ondas violentas e crer que não vamos conseguir.
E ai a gente pergunta: "Pai, cade você, cara? Tu não está me vendo aqui não?" E Deus está calado, totalmente em silêncio. Nada de respostas, nada de refrigério, nada de água potável (só salgada), nada de nada...
Estamos cansados de ler e ouvir que: Deus trabalha em silêncio, que o silêncio também é resposta, que o silêncio é gerado por alguma coisa, etc... Mas enfim, o que eu devo fazer quando minha espera está desse jeito?
Porque convenhamos, que Deus não desistiu de nós, isso a gente ja sabe.Que Ele nos ama, isso também a gente já sabe (embora não valorizemos tanto quanto poderíamos).Que Ele faz todas as coisas cooperarem para o nosso bem, também está na ponta de língua.
Sabe o que devemos fazer? Na real? 
NÃO DESISTIR DE LUTAR CONTRA A CARNE!
NÃO DISISTIR DE ESPERAR PORQUE A "PROMESSA" ESTÁ NAMORANDO OUTRO(A)!
NÃO DESISTIR DE OBEDECER AO SENHOR, SÓ POR BIRRINHA INCONSEQUENTE.N
ÃO DESISTIR DE AMAR A DEUS.
NÃO DESISTIR DAS PROMESSAS.
NÃO DESISTIR DE CRER...
O tempo só é longo para nós, humanos. Deus é o Senhor do tempo (e de tudo).
E com certeza, depois de enfrentar situações como essas aí do barco, sinceramente, não é qualquer chuvinha ou ventinho que nos fará "bambear".
Ame-O, Santifíque-O, Espere-O, Creia, e supere o barco, a tempestade, as diverisades, desça em terra firme glorificando a Deus.
"Não te deixarei, nem te desampararei." Hebreus 13:5

por Rhanúsia e Bruna

Postado Por José Silva terça-feira, julho 31, 2012. em , . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Esperando na tempestade"

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos