Headlines
Published On:terça-feira, 17 de maio de 2011
Postado Por José Silva


Cadeia para quem Discordar da Sodomia - PCL 122



Foto/Imagem Cartaz Lei PCL 122 - PL 122 Noticias e Artigo
Enquanto militantes gays preparam grande ato na frente da Catedral de Brasília, Marta Suplicy prepara votação do PLC 122 nesta semana
Grupos de militantes gays de todo o Brasil preparam-se para a Marcha pela Aprovação do PLC 122 em Brasília em 18 de maio de 2011. O evento, que também se chama Marcha contra a Homofobia, recebeu impulso importante com a recente decisão do STF de desfigurar a Constituição para favorecer as uniões civis com base na sodomia.
Com o governo federal e até o STF se prostrando diante das exigências da ideologia gay, só falta agora o Congresso e o povo. O Congresso não o faz por medo do povo. O povo não o faz porque ainda lhe resta alguns valores morais conservadores — espécies em extinção ou já extintas entre as autoridades.
Se o Congresso e o povo não se dobrarem, os ativistas gays e seus aliados contam com o “jeitinho” brasileiro para aprovar o PLC 122, quer a população do Brasil queira ou não. Não fosse por esse “jeitinho”, o STF jamais teria conseguido enxergar na Constituição algo que nunca existiu: a equiparação da união estável homem/mulher com a união estável homem/homem.
Se o rolo compressor gay conseguir passar por cima do Congresso, usando o STF ou outro órgão, o povo não terá a mínima chance de escapar de um atropelamento e esmagamento social — a não ser que encare o problema de frente em muitas manifestações nas ruas.
Semana passada o Brasil viu o adiamento da votação do PLC 122, graças às pressões de evangélicos e católicos. Mas Marta Suplicy garantiu que nesta semana, que marca o Dia Mundial de Combate à Homofobia (17 de maio), a votação ocorrerá, e os militantes gays já estão se reunindo em Brasília vindos de todo o Brasil para um grande ato pró-PLC 122 na frente da Catedral de Brasília.
A pergunta a ser feita agora diante do rolo compressor gay é: O PLC 122 deve ser enfrentado de forma delicada, como apenas uma mera ameaça à liberdade de expressão e opinião? Ou deve ser encarado como um perigo maior?
Há uma ideia equivocada de que o PLC 122 seja um projeto de mordaça. Mas, como bem aponta o filósofo Olavo de Carvalho em vídeo editado por mim ( http://www.youtube.com/watch?v=jIOOE0n2V5g ), classificar o PLC 122 como mordaça é um eufemismo. A proposta do projeto anti-“homofobia” é impor punição e cadeia para todos os que discordarem da sodomia. Até mesmo pessoas não cristãs não escaparão se num momento de descontrole emocional disserem algo, como mostrou cena da novela “Insensato Coração” incluída no vídeo.

O vídeo também traz entrevista de Marta Suplicy, relatora do PLC 122, dizendo que com a lei anti-“homofobia” aprovada a crítica ao homossexualismo estará oficialmente banida da TV, rádio, internet, jornais e outros meios, sujeitando os infratores à cadeia e igualando-os a estupradores, assassinos, ladrões e outros criminosos. A única isenção que ela propõe é para críticas feitas dentro de templos religiosos. Os demais casos, mesmo de cristãos criticando em programas religiosos, serão tratados com todo o rigor da lei.
Portanto, Olavo de Carvalho está certo quando diz que a reação anêmica ao PLC 122 mostra que as pessoas estão “sendo vítimas da espiral do silêncio e hipnotizadas pela impressão da força do inimigo”. Dizer que o PLC 122 é um atentado contra a liberdade de expressão é uma maneira muito fraca, segundo ele, de se opor ao projeto de ditadura gay.
Atitudes cristãs aguadas acarretam consequências desastrosas e pavimentam o caminho das ditaduras. Basta ver o exemplo dos cristãos da Alemanha nazista e todo o sofrimento que lhes foi imposto por terem, em maioria esmagadora, reagido sem firmeza à ditadura do Partido Nazista, sigla que significa Partido dos Trabalhadores Nacional Socialista — um partido com elevado número de homossexuais. Homossexualismo e fascismo andam de mãos dadas.
Os cristãos mais famosos daquela época são o pastor luterano Dietrich Bonhoeffer e o católico Claus von Stauffenberg, que faziam parte de grupos que queriam matar Adolf Hitler, que havia sido democraticamente eleito pelo povo alemão.
Hoje, eles são exemplo porque não reagiram de modo fraco diante da ditadura nacional socialista.
Que exemplo esperamos deixar para as próximas gerações?
Divulgue o vídeo a todos os seus amigos.
Autor:Julio Severo




Possibilidede de Hillsong Ministrar no programa do Faustão



A Direção de nosso site (Twitter Gospel ) foi recentemente contatada para uma notícia de grande impacto nacional e que pode mover a maior parte dos fãs de Hillsong em torno do país. Trata-se do nascimento de uma grande oportunidade para o Programa do Faustão, trasmitido aos domingos na Rede Globo, de receber a Hillsong.

Uma pauta já foi enviada para a Diretoria do Programa que recentemente recebeu o Ministério Diante do Trono levando o programa à grande audiência. Na pauta segue a idéia de receber Darlene Zschech com a Hillsong no Domingo do dia 12 de junho na abertura do programa “ao vivo” um pouco antes do momento em que eles se encaminharão ao serviço de domingo na CEIZS.
Será que as portas da Globo estão se abrindo para o evangelho?

Redação Site 'Eu Amo Hillsong' 
Via: Twitter Gospel




 
Dois cristãos perderam a vida e outros dois encontram-se em estado grave, depois de terem sido atacados a tiro, alegadamente por um grupo de jovens muçulmanos, em Hyderabad, no Paquistão.

De acordo com a AsiaNews, o caso ocorreu esta segunda-feira, numa altura em que a comunidade cristã local estava a...



festejar o 30.º aniversário da fundação da sua igreja.
A agência de notícias relata que um grupo de jovens muçulmanos começou a perturbar os festejos, incomodando as mulheres cristãs que estavam a chegar à igreja.

Younis Masih e Jameel Masih, de 47 e 22 anos, respectivamente, saíram em sua defesa, tendo posteriormente sido mortos a tiro pelos agressores.

Deste conflito resultou ainda dois feridos graves, também cristãos, que foram transportados para o hospital mais perto, em Karachi, no sul do país.

Recordemos que, no dia 2 de Março, o ministro paquistanês para as Minorias Étnicas, Shabbaz Bhatti, único cristão do Governo, foi assassinado na capital Islamabad, depois de ter criticado a “lei da blasfémia” em vigor no país.

O decreto, que já originou a prisão de vários cristãos, prevê a pena de morte para atos que ofendam o profeta Maomé.

Segundo também informa o Pakistan Christian Post, a violência foi desencandeada como uma resposta dos muçulmanos a queima do AlCorão feito pelo Pastor Terry Jones.

Os recentes episódios de violência aumentaram o nível de alerta em torno da segurança de Asia Bibi, a mulher Cristã de 45 anos mãe de cinco filhos, presa e condenada por “blasfêmia”. A Fundação Masih relatou que “apesar das medidas de segurança”, Asia Bibi corre perigo. Ela não pode comer a comida da prisão por risco de envenenamento, os ingredientes são levados para que ela mesmo cozinhe. A Cristã tem passado esse tempo jejuando e rezando por sua vida e pelos Cristãos do Paquistão. A Igreja Católica pediu para que todos rezem por ela.





Pastores gays oficializam união em cartório              Pastores homossexuais são os primeiros do RJ a ter casamento gay reconhecido e entram com pedido de adoção de duas criançasSó  a misericordia de Deus!(o semeador)





Os pastores evangélicos Marcos Gladstone e Fábio Inácio, fundadores da Igreja Cristã Contemporânea, foram o primeiro casal gay no Rio a registrar a união estável em cartório, após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Os dois oficializaram a união, nesta quinta-feira, no cartório do 7º Ofício de Notas, no Centro. A assinatura do documento foi acompanhada por alguns fiéis da igreja.

Os pastores estão juntos há cinco anos. Em 2009, eles realizaram uma cerimônia religiosa de casamento. Há dois meses, o casal iniciou o processo de adoção de duas crianças. Apesar da conquista com a decisão do STF, Fábio garante que a luta pelos direitos dos gays vai continuar.

- Depois de hoje, teremos um vínculo muito maior. O próximo passo será conseguir o registro civil.

A tabeliã Edyanne Frota, do 7º Ofício de Notas, explica que a união estável faz com que o casal gay adquira um novo status.

Agora eles serão vistos como uma entidade familiar. Mas é importante frisar que a lei ainda não regulamente a união civil. No registro, eles continuam solteiros.

Fonte: Extra


Postado Por José Silva terça-feira, maio 17, 2011. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for " "

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos