Headlines
Published On:sexta-feira, 5 de abril de 2013
Postado Por José Silva

Jornalista causa polêmica ao afirmar que Jesus pode ter sido gay; Teólogo rebate: “Não há indicações disso”


Um jornalista e âncora de um telejornal da Fox TV causou polêmica ao afirmar que Jesus pode ter sido gay.
A teoria do norte-americano Don Imus (foto) se baseia num texto do século III, contido no evangelho apócrifo de Judas Iscariotes. O comentário de Imus ocorreu durante uma entrevista que ele fazia por telefone com a analista política Kirsten Powers, afirmando que haviam “algumam indicações” de que “Jesus poderia ter sido gay”.
“Havia centenas de evangelhos escritos, apenas quatro estão na Bíblia. Havia o evangelho de Tomé, Maria teve um evangelho, todos eles tinham um evangelho. Mas Judas – há algumas indicações lá de que Jesus pode ter sido gay”, afirmou o apresentador. A entrevistada se mostrou incomodada com a sugestão polêmica de Imus: “Ah, por favor…”, disse ela, antes de afirmar que considerava “rídícula” a ideia de Imus.
Anteriormente o apresentador já se envolveu em polêmicas por fazer piadas de mau gosto sobre questões raciais, e precisou se desculpar publicamente, de acordo com o site The Independent.
O padre jesuíta e teólogo James Martin, autor do livro Together on Retreat: Meeting Jesus in Prayer (que pode ser traduzido livremente como “Juntos num retiro: a reunião de oração de Jesus”), comentou as declarações polêmicas de Don Imus e afirmou ter certeza de que o evangelho de Judas não insinua nada sobre a sexualidade de Jesus: “Não há nada no evangelho de Judas, ou qualquer um dos quatro evangelhos aceitos, que mostra de forma alguma que Jesus era gay”, declarou em entrevista ao Huffington Post.
“Ele manteve amizade com homens e mulheres. E era carinhoso para com eles, demonstrou afeto e chorou pela morte de Lázaro. Por isso sei que ele era uma pessoa amorosa. Como ser humano, [Jesus] teve a sexualidade humana integral e como qualquer ser humano, tinha seus desejos sexuais, mas ele era solteiro e celibatário. E isso é tudo o que sabemos sobre sua sexualidade”, pontuou o padre, lembrando que o evangelho de Judas foi escrito muito tempo depois do último Evangelho;
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Postado Por José Silva sexta-feira, abril 05, 2013. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

1 comentários for "Jornalista causa polêmica ao afirmar que Jesus pode ter sido gay; Teólogo rebate: “Não há indicações disso”"

  1. Seu blog como meio de Serviço ao Reino de Deus-Divulgue e Participe do Manifesto Cristão sobre Homofobia como os principais sites Cristãos
    Manifesto do Povo Cristão sobre Homofobia
    Conheça e assine o Manifesto Independente do Povo Cristão sobre Homofobia:
    Clique aqui para assinar o Manifesto: http://osrabiscosdedeus.blogspot.com.br/2013/04/manifesto-do-povo-evangelico-sobre.html
    Ás igrejas evangélicas e o povo evangélico não têm um representante único como acontece com a Igreja Católica, nem pretende ou considera necessário ter um representante único, portanto, os vários líderes que existem em nosso meio, representam suas parcelas no meio cristão-evangélico, sejam eles históricos, tradicionais, pentecostais ou neopentecostais.
    Diante dessa realidade, todos nós que cremos em Jesus Cristo como sendo o
    Único Senhor e Salvador da humanidade, que cremos e consideramos o Seu sacrifício na cruz suficiente para a nossa Salvação, reconhecemos a Jesus como o Unigênito Filho de Deus, sendo Ele o Único Caminho e o Único intercessor entre o Homem e Deus, cremos na Sua ressurreição e na Sua volta para buscar a Sua igreja (aqueles que o aceitaram e aceitaram à Sua Palavra) e aqueles que creem na Graça da redenção e na Sua Palavra, a Bíblia Sagrada, como única regra de fé e pratica Cristã, como condição básica para definir o grupo denominado como Evangélico, independente de denominação ou nomenclatura.
    Assim identificados e abaixo assinamos, declaramos nossa posição como Evangélicos e protestantes diante da Sociedade Brasileira, posicionando claramente o pensamento dominante sobre assuntos polêmicos e relevantes que se apresentam nos dias atuais:
    Clique aqui para assinar esse Manifesto: http://osrabiscosdedeus.blogspot.com.br/2013/04/manifesto-do-povo-evangelico-sobre.html
    Participação: Você blogueiro Cristão ou que tem um Site, a cópia e publicação desse Manifesto é livre. Divulgue esse Manifesto que não é político nem promove política ou denominação religiosa. Nosso objetivo é esclarecer a Posição do Povo de Deus pela Base, esse é o seu Manifesto e não o manifesto de algum líder ou igreja. Participe, Divulgue e compartilhe nas Redes Sociais. O Manifesto está à disposição do Parlamento Brasileiro como uma Petição para abolir o uso do termo Homofobia como forma de pressão e imposição contra os valores de Família. Não fique omisso, agora é a sua voz em prol da liberdade cristã de expressão e opinião.

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos