Headlines
Published On:quinta-feira, 7 de março de 2013
Postado Por José Silva

Religiosa é detida no Vaticano por pedir à igreja que aceite "mulheres padres"


Uma religiosa católica excomungada foi detida esta quinta-feira (7) pela polícia italiana quando protestava em frente ao Vaticano para pedir à Igreja católica que aceite a ordenação de mulheres.
Com um cartaz que dizia, "as mulheres sacerdotes estão aqui!", Janice Sevre-Duszynska quis chamar atenção para a ausência de vozes femininas no conclave, a alguns passos da capela Sistina, onde os cardeais se reunirão para eleger o sucessor de Bento 16.
"Enquanto os cardeais se reúnem no conclave, mulheres são ordenadas no mundo inteiro!", afirmou a sacerdotisa americana Sevre-Duszynska, vestindo trajes litúrgicos.
Ordenada por uma mulher sacerdote, Janice Sevre-Duszynska, membro de uma associação de sacerdotisas católicas, continua celebrando missa há quatro anos no estado do Kentucky, apesar da inevitável excomunhão, decidida pelo Vaticano para as mulheres ordenadas.
"Há cerca de 150 sacerdotisas no mundo. Os fiéis estão prontos para a mudança", afirmou à AFP em frente à basílica de São Pedro, antes de ser detida pela polícia italiana.
Os policiais, que questionaram "seu direito de exibir peças litúrgicas", a levaram ao seu hotel para verificar sua identidade, e em seguida a libertaram.
"É uma brincadeira: a eleição de quem guiará os católicos do mundo inteiro é efetuada exclusivamente por homens. Não levar em conta a opinião da metade da humanidade é como dar uma bofetada em Deus", declarou Janice Sevre-Duszynska.A sacerdotisa convocou seus "irmãos sacerdotes" a defender o papel das mulheres na Igreja e se questionou sobre o resultado do conclave.

http://noticias.r7.com

Postado Por José Silva quinta-feira, março 07, 2013. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Religiosa é detida no Vaticano por pedir à igreja que aceite "mulheres padres""

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos