Headlines
Published On:quarta-feira, 27 de março de 2013
Postado Por José Silva

Líderes partidários tentam convencer Feliciano a renunciar


Mesmo com a decisão do PSC em manter o deputado federal Marco Feliciano como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, alguns líderes partidários estão organizando uma reunião para a próxima semana na tentativa de convencer o parlamentar evangélico a renunciar.
A renúncia é a única maneira para poder tirar o deputado do comando da CDHM e assim acabar com a polêmica gerada em torno de Feliciano que tem sido alvo de inúmeras críticas desde que foi indicado ao cargo.
Na noite desta terça-feira (26) lideranças partidárias se reuniram com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDS-RN) para buscar uma solução para este problema. No dia 2 de abril pela manhã eles confirmaram um encontro com o deputado Marco Feliciano para tentar convencê-lo a renunciar.
“Lamentavelmente, hoje, a decisão [do PSC] veio em contrário àqueles entendimentos anteriormente encaminhados. Diante dessa realidade, que nós respeitamos, a decisão consensual foi convidarmos o deputado Marco Feliciano para na próxima terça, às 11h, ter uma reunião com todos os líderes partidárias desta Casa, na busca de uma solução respeitosa, democrática, que esta Casa está esperando”, disse Alves.
Para o presidente da Câmara, se Marco Feliciano continuar no cargo os trabalhos da comissão serão prejudicados. Vale lembrar que as duas sessões da CDHM presididas pelo deputado evangélico foram tumultuadas por manifestantes ligados aos partidos PT, PCdoB, PSOL e integrantes de movimentos LGBT.
O presidente da Câmara quer que as pautas propostas para a Comissão de Direitos Humanos sejam votadas. “Aquele clima de radicalismo não pode continuar. A comissão tem que tomar decisões, ter quórum qualificado, tem que ter a sua pauta, ter votações. E, a cada semana isso não está acontecendo”.
Malafaia pede para que Feliciano na ceda
Enquanto os parlamentares tentam convencê-lo de que o melhor a fazer é renunciar a presidência, Feliciano está recebendo apoio do pastor Silas Malafaia que já usou seu espaço na TV e na internet para dizer que a polêmica em torno do deputado evangélico faz parte de um jogo político.
Para o pastor assembleiano, a Comissão de Direitos Humanos está sendo usada para esconder que dois deputados do PT foram escolhidos para a principal comissão da Casa que é a Comissão de Constituição e Justiça.
Desviando o assunto para o PSC, ninguém se posicionaria contra a participação de José Genoino e João Paulo Cunha, dois deputados condenados pelo Supremo Tribunal Federal por participarem ativamente do escândalo no mensalão.

Postado Por José Silva quarta-feira, março 27, 2013. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Líderes partidários tentam convencer Feliciano a renunciar"

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos