Headlines
Published On:quinta-feira, 27 de setembro de 2012
Postado Por José Silva

Igrejas no Japão usam o marketing para alcançar mais fieis


Uma estratégia diferente tem movimentado Komaki, uma cidade japonesa localizada na província de Aichi. Uma igreja ocupa toda quinta-feira à noite um restaurante brasileiro da cidade. O pastor faz uma pregação e ao final todos participam de um jantar gratuito. É distribuído por e-mail, torpedos no celular e pessoalmente os convites para participarem dessas reuniões informais. Cada convidado pode levar a quantidade que quiser pessoas.
Anderson Paes é o dono do restaurante onde acontecem os encontros. A ideia do jantar gospel veio dele e da direção da igreja como forma de ajudar no crescimento de novos fiéis cristãos. “Na verdade, esse jantar quem oferece sou eu. Ofereço o jantar totalmente gratuito, mas em nome de Jesus”, diz.
A tática tem dado resultados. “Na verdade, a gente pode usar assim, é um marketing para o evangelismomundial. Tem surtido resultados. A gente percebe muita inibição, as pessoas tendo desencorajamento para ir até a igreja. Então, vindo até aqui quebra um pouco esse tabu”, argumenta Janílson Gabri Pacheco, pastor responsável pelo culto.
“Tem pessoas que só de ouvir falar vamos pra igreja, não querem ir. Mas, se falar vamos no jantar, eles vem e dão uma palavra e cantam louvor”, diz a participante Iris Rios. “Na realidade, sou católico, sou praticante, mas independente de igreja é bom você fortalecer. É interessante, é importante. Nunca é demais”, afirma o também participante, Mauro Nagai.
Outra igreja de Komaki optou por uma estratégia semelhante. “Nós aqui em Komaki temos uma estratégia, é tirar a igreja para fora, é levar um culto doméstico até onde as pessoas estão. Então nós temos várias células e lá nós vamos pregar o evangelho e convidamos as pessoas facilitando a elas o contato com a palavra de Deus”, explica o pastor Carlos Raymundo, dirigente da Igreja Missão Apoio.
O empresário Cláudio Nagaoka, veterano evangélico no Japão, atuou por cerca de 20 anos numa igreja construída por ele e critica tais estratégias de marketing usadas para alcançar mais almas.
“Quem quer pregar a palavra mesmo não precisa usar marketing, não precisa usar barganha. Ele tem só que ouvir a voz de Deus. E na sua vida pregar o Evangelho. Você prega muito mais com a sua vida, do que falando”, explica Cláudio.

Postado Por José Silva quinta-feira, setembro 27, 2012. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Igrejas no Japão usam o marketing para alcançar mais fieis "

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos