Headlines
Published On:sábado, 15 de setembro de 2012
Postado Por José Silva

Igrejas na Síria têm servido de apoio e refúgio para os necessitados

Colaboradores da Portas Abertas entraram em contato com alguns sírios para entender como está a situação para os civis na cidade. Diante da violência, muitas pessoas fugiram. As Igrejas têm servido de apoio e refúgio para os necessitados. Ore pela obra do Senhor no Síria

Devido à guerra civil instaurada no país, há algumas semanas era praticamente impossível chegar à cidade de Aleppo. Mesmo por telefone ou internet não havia comunicação possível. Recentemente, porém, a Portas Abertas recebeu alguns sinais de vida na maior cidade da Síria; pessoas relatam como é viver em uma zona de guerra.

"Ao telefone, um moço me contou que uma explosão terrível havia acontecido no início daquela manhã, e que, só tinha conseguido voltar a dormir, após o tremor e o trauma", disse um contato da Portas Abertas. "Ele completou: ‘Isso não foi nada comparado ao dia de ontem! Você devia ter visto como as casas sacudiram com a explosão, muitas pessoas foram mortas’.”

Outra fonte da Portas Abertas, um líder de uma igreja em Aleppo, ficou satisfeito e surpreso ao receber uma ligação do exterior: “Por seis semanas, nenhum contato telefônico fora da Síria era possível." E contou sobre a vida na cidade, neste momento. "Infelizmente, há mais de um mês não temos internet ou telefone. Não há comunicação alguma, até mesmo dentro de Aleppo. Mas o importante é que Deus está nos protegendo. Como você sabe, estamos passando por dias muito difíceis e procuramos fazer o melhor para ajudar as famílias”, disse.

O pastor se mostrou bastante feliz com o apoio que a Portas Abertas tem prestado às igrejas sírias. "O suporte que temos recebido tem sido muito útil. Distribuímos cestas básicas para mais de 70 famílias. Nós também pudemos ajudar os refugiados de Homs, eles não têm nada; estão em necessidade, não há empregos e todos precisam ficar escondidos em suas casas.”

Ele falou sobre a situação, cada vez pior, nesta cidade ao norte da Síria. "Não temos água, não há leite para as crianças, nem combustível. Há escassez de alimentos, a maioria das lojas está fechada e os preços são cinco vezes mais altos do que o normal. Nós ainda tentamos fazer o nosso melhor; preparamos pacotes de comida para ajudar no sustento das famílias."

Aleppo é uma das cidades da Síria, com maior população cristã. Cerca de 12% dos 2,3 milhões de habitantes da cidade são servos do Senhor. Devido à violência, muitas pessoas fugiram da cidade para locais mais seguros na Síria ou no exterior. A Portas Abertas está apoiando várias igrejas na distribuição de alimentos, utensílios de primeiros socorros, Bíblias e literatura cristã para os refugiados e para as famílias que ainda vivem em cidades que estão cercadas.

Pedidos de oração


 • Ore pela paz na Síria.
 • Interceda pelo trabalho de assistência às igrejas e famílias carentes.
 • Peça ao Senhor que dê coragem aos cristãos e paz aos corações aflitos.


Fonte: Portas Abertas

Postado Por José Silva sábado, setembro 15, 2012. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Igrejas na Síria têm servido de apoio e refúgio para os necessitados "

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos