Headlines
Published On:terça-feira, 17 de julho de 2012
Postado Por José Silva

Irmão vota em irmão?


DataFolha diz que evangélicos votarão em outros para cargos públicos
O apoio dos pastores tem grande influência sobre o eleitorado evangélico, indica o Datafolha com base no público presente na Marcha para Jesus no dia 14.Entre os participantes do evento, 31% afirmaram que o apoio dos pastores de sua igreja a um candidato a prefeito "com certeza" o levariam a votar nessa pessoa.
A influência dos líderes religiosos vai além, já que outros 34% dos entrevistados disseram que "talvez" escolham seu candidato a partir da indicação dos pastores.No total, portanto, 65% dos que foram à marcha são direta ou parcialmente influenciados pelos comandos das igrejas na eleição.
A margem de erro da pesquisa Datafolha é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
O ministro Marcelo Crivella (Pesca), bispo licenciado da Universal, também defendeu a orientação política dos fiéis. "O povo pergunta ao pastor em quem votar", afirmou.Ele disse ainda que é importante o envolvimento dos evangélicos na política, inclusive se candidatando, para promover os princípios das igrejas  de uma vida focada em trabalho, família e oração.
Segundo Crivella, senador licenciado pelo PRB-RJ, o candidato a prefeito de São Paulo "mais próximo" dos evangélicos é Celso Russomanno (PRB).
O pastor Ariovaldo Ramos criticou alianças políticas e pediu um maior esclarecimento, recentemente no Creio. "A Igreja se mantém isenta, porque é a palavra de profecia, ética e moral. Nosso envolvimento com a política é com ‘P’ maiúsculo, nunca política partidária"

creio.com.br

Postado Por José Silva terça-feira, julho 17, 2012. em , . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

1 comentários for "Irmão vota em irmão?"

  1. As coisas precisam mudar. Precisamos ter opinião formada e não ser levado pela opinião de pastor ou de quem quer que seja!

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos