Headlines
Published On:quinta-feira, 14 de junho de 2012
Postado Por José Silva

Filme cristão é classificado como “lavagem cerebral” por ativistas ateus


O filme Suing the Devil (Processando o Diabo) lançando no Brasil com o titulo “O diabo no banco dos réus”, mostra uma guerra espiritual travada em um tribunal de Justiça. Trata-se do julgamento do século, transmitido pelos canais de televisão para os telespectadores de todo o mundo, que aguardam ansiosos o vencedor dessa grande batalha.
De um lado, encontra-se o jovem Luke O’Brien (Bart Bronsen), um vendedor desanimado, estudante de direito, que decide processar o responsável por todas as suas frustrações e situações que lhe trouxeram infelicidade nos últimos tempos. Ele exige a quantia de 8 trilhões de dólares pelos danos que sofreu.
O acusado é nada menos que o próprio Satanás (Malcolm McDowell) que, para se defender, além de aparecer em carne e osso – um dia antes de o processo ser julgado à revelia contra ele -, conta com dez dos melhores advogados do país em sua equipe jurídica de defensores.
Disponível em DVD, a produção é um thriller jurídico que mostra a luta de um homem de fé, que tenta derrubar o seu maior inimigo espiritual a qualquer custo. Porém, a situação sai do seu controle quando o diabo, astuto, começa a usar suas artimanhas.
Lançado nos dos Estados Unidos em Agosto de 2011 e que despertou protestos por parte de ativistas ateus.
O filme foi mencionado em uma matéria sobre downloads ilegais por ser um filme independente que foi baixado 100 mil vezes em sites ilegais de download. O diretor do filme, Tim Chey, afirma que este “é um dos filmes independentes mais baixados da história, o que, na verdade é um elogio. Estou feliz por espalharmos a Palavra a tantas pessoas”. Com a maior média de bilheteria nos Estados Unidos em 2011 foi o filme cristão mais visto no ano.
O diretor ainda ressalta que não se preocupa com a pirataria, mesmo que isso diminua seus lucros: “A história e o título do filme chamam atenção do público secular. Eles vão assistir esperando um filme de terror e acabam sendo atingidos com a mensagem do Evangelho… Isto é evangelismo”.
Porém, o protesto dos ateus se voltou contra o filme através do site IMDb, uma espécie de comunidade em que os leitores tem acesso às críticas dos filmes e fazem suas avaliações sobre cada filme. O IMDb é considerado o maior e mais influente site sobre cinema em todo o mundo e possui uma espécie de ranking para os filmes.
Como a nota é dada pelos leitores, os ativistas ateus enviaram milhares de emails ao site dando a nota mínima para o filme, com comentários negativos, como “propaganda religiosa”, “lavagem cerebral cristã”, “idiotice cristã” e “eliminem os cristãos”.
Rodado em Sydney, Austrália, contou com a participação do grupo de louvor da Hillsong Church e é estrelado por Malcolm McDowell, Rebecca St. James, Corbin Bernsen, Shannen Fields (Desafiando Gigantes), Tom Sizemore, Ros Gentle e Bart Bronson.
Assista ao trailer do filme, que no Brasil é distribuído pela Graça Filmes:
Revista Comunhão / Portal Padom

Postado Por José Silva quinta-feira, junho 14, 2012. em , . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Filme cristão é classificado como “lavagem cerebral” por ativistas ateus"

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos