Headlines
Published On:quarta-feira, 29 de junho de 2011
Postado Por José Silva

Que Deus Tremendo!

Amigo, algum dia você já se encontrou com alguém famoso? Já pediu um autógrafo a um artista ou jogador de futebol famoso? Já entrou na sala do Presidente da República? Se você é como a maioria das pessoas, encontrar-se com alguém de grande importância certamente o deixa perturbado. Suas mãos tremem, sua boca seca e todas aquelas palavras inteligentes que você gostaria de dizer chegam à sua boca de uma só vez – quando chegam! Agora imagine-se sendo convidado por Deus para um jantar. Você ficaria entusiasmado ou começaria a sofrer na espera? Se você é um servo de Deus, um crente em Jesus, então já foi convidado. Está nervoso?

Nosso Deus é um Deus tremendo.

        “Santo e tremendo é o seu nome” (Salmo 111.9). O temor de Deus, de sua santidade, de seu poder e de sua presença normalmente assumem um segundo plano diante do Salvador amigo e amoroso. Sim, Jesus é amigo e amoroso, pois “benigno e misericordioso é o SENHOR” (Salmo 111.4). Porém, Ele é santo e tremendo. Quando sentimos o temor de Deus, o pecado se transforma em algo vergonhoso. Ao orar vestido de saco e coberto de cinzas, Daniel pediu a Deus perdão de seus pecados:
 
“Orei ao SENHOR, meu Deus, confessei e disse: ah! Senhor! Deus grande e temível, que guardas a aliança e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos… a nós pertence o corar de vergonha, aos nossos reis, aos nossos príncipes e aos nossos pais, porque temos pecado contra ti”! (Daniel 9.4,8).
        Reconhecemos a desgraça do pecado quando reconhecemos que o nosso Deus é tremendo.
 
“Falar-se-á do poder dos teus feitos tremendos, e contarei a tua grandeza” (Salmo 145.6).
        Os crentes em Jesus precisam falar aos outros sobre a natureza tremenda de Deus e sobre o dom da vida eterna. Também precisamos reconhecer o tremendo poder de Deus na Igreja.
        “Santo” e “tremendo” são apenas duas das palavras que descrevem o nosso amado Salvador ressurreto.  Jesus Cristo é santo porque foi tentado e testado em todos os pontos, não tendo, porém, pecado. Ele é maravilhoso por causa do Calvário.
 
“Enviou ao seu povo a redenção; estabeleceu para sempre a sua aliança” (Salmo 111.9).
        O segredo do Calvário é que Deus desceu não para salvar o seu Filho, mas para moê-lo. Jesus não morreu por causa do sofrimento físico, mas por causa da agonia por nossos pecados. A ira de Deus cai ou sobre o Salvador ou sobre o pecador. Se você, amigo, aceita o Calvário, então o que lhe espera é uma eternidade no céu com Jesus. Se você rejeita o Calvário, a ira de Deus é toda sua.
 
“Quem é sábio atente para essas coisas e considere as misericórdias do SENHOR” (Salmo 107.43).
“Oh, todos vós que tendes sede… Vinde e vede as obras de Deus, quão tremendo é ele nos seus feitos para com os filhos dos homens”  (Isaías 55.1; Salmo 66.5).

Autor: Adail Campelo

Postado Por José Silva quarta-feira, junho 29, 2011. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Que Deus Tremendo!"

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos