Headlines
Published On:quinta-feira, 30 de junho de 2011
Postado Por José Silva

Marcha da Maconha: Arcebisto entra na polêmica e diz fazer marcha contra liberação


Dom Antônio Muniz

A polêmica sobre a legalização das drogas, após o Supremo Tribunal Federal (STF) liberar a realização da marcha da maconha em diversas cidades brasileiras tem dividido opiniões. Em Alagoas muitos usuários passaram a fumar crack e recentemente, o Oxi, que é ainda mais nocivo à saúde.
Diante disso, instituições como a Igreja Católica, que mantém casas para a recuperação de usuários de drogas na capital e em cidades como Marechal Deodoro entraram na discussão. O arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz afirmou ser um contra-senso legalizar o consumo de drogas no Brasil, assim como aconteceu na Argentina e Holanda.
“Combatemos até o consumo do cigarro. Temos mais de 17 instituições que acolhem jovens e adultos, vítimas das drogas. O Juvenópolis, a Fazenda Esperança, a Casa do servo sofredor e as comunidade terapêuticas Nova Jericó e Renascer, entre outras são mantidas pela igreja Católica e outras igrejas”, contou.
Segundo ele, como a macha da maconha foi liberada, deveriam haver outras formas de mobilizações contrárias. “Serão duas marchas: Uma pela maconha e outra contra a violência e a liberação das drogas. Lutamos tanto e agora querem essa liberação. É a mesma coisa que ter um bar e parar de vender cerveja e começar a vender 51”, ressaltou o arcebispo.


FONTE:http://news.noticiascristas.com

Postado Por José Silva quinta-feira, junho 30, 2011. em . Faça um comentário, que ficaremos felizes! .

0 comentários for "Marcha da Maconha: Arcebisto entra na polêmica e diz fazer marcha contra liberação"

Leave a reply

Obrigado pelo comentário!
Que Deus lhe abençõe!

Gostou! Curta-nos